Educação de Cameli vai de (Mau)ro a pior – Falta merenda na escola de ensino integral

Educação de Cameli vai de (Mau)ro a pior – Falta merenda na escola de ensino integral

Se alguém está com saudade das batidas das panelas, basta ir nesta sexta-feira à Escola de Kairala José Kairala, em Brasileia.

Esses paneleiros, porém, não apoiam golpe. Querem comida mesmo.

Por falta de planejamento da Secretaria de Estado de Educação, os alunos da maior escola do município estão tendo que voltar mais cedo para casa.

A escola é de ensino integral, mas parou de servir alimentação porque não pagaram as merendeiras.

O aviso do novo horário das aulas foi afixado pela direção no mural da escola.

O protesto está sendo organizado por vários estudantes.

Tratada como prioridade pelos governos da FPA, a Educação de Cameli vai de (Mau)ro a pior.

 

A matéria contou com a colaboração do Fernando Oliveira.

Leonildo Rosas

Related Posts

Mulheres do Acre tomam as ruas de Rio Branco em protesto a todas as formas de violência e retrocesso

Mulheres do Acre tomam as ruas de Rio Branco em protesto a todas as formas de violência e retrocesso

Mulheres realizam manifestação em Rio Branco nesta sexta-feira

Mulheres realizam manifestação em Rio Branco nesta sexta-feira

‘Robô do Bolsonaro’ leva gás de pimenta em protesto pela ditadura

‘Robô do Bolsonaro’ leva gás de pimenta em protesto pela ditadura

Moradores ameaçam a fechar ruas de acesso no momento do show mais aguardado da Expoacre 2019

Moradores ameaçam a fechar ruas de acesso no momento do show mais aguardado da Expoacre 2019

No Comment

Deixe uma resposta