TV Espinhosa – Sem comando, Acre vive dias de pandemia, epidemia, enchentes e crise migratória.

TV Espinhosa – Sem comando, Acre vive dias de pandemia, epidemia, enchentes e crise migratória.

Olá!

Vamos conversar um pouco?

Antes de iniciar a conversa vou mostrar esse vídeo de uma debate na campanha para governador.

Viu ai?
Então vamos

Peço que, ao final, comente e compartilhe.

Os comentários e compartilhamentos ajudam muito.

Vamos à mais uma TV Espinhosa?

Diante de tudo o que acontece no Acre, seria inevitável começar o comentário sem apresentar como se comportou o então candidato a governador Gladson Cameli.

O seu despreparo para o cargo de era evidente.
Mas a população queria mudança.

Nem sempre mudar por mudar é o melhor a ser feito.

Nos momentos de maior dificuldade, é fundamental ter alguém que saiba conduzir a gestão.
Gladson Cameli não sabe e nem se esforça para aprender.

Neste instante, o Acre sofre com a pandemia da Covid-19, epidemia da dengue, enchentes em vários municípios e uma crise migratória na fronteira.

Não é pouca coisa.
O que vemos, porém, é um governador perdido, sem saber o que fazer.

Como não sabe como agir, resolveu decretar estado de emergência.
Essa decisão servirá para compras e contratações sem licitação, o que é um risco grande.

É triste ver que, com quase dois anos de atraso, o governador anunciou a instalação de um gabinete de crise.

Precisou morrer quase mil pessoas por causa da Covid, mas outros tantos de dengue, para o governador decidir instalar um gabinete de crise.

Isso é incrível.
É desrespeitoso.

Os sinais de que o aumento de casos de Covid iria acontecer eram visíveis.
Especialistas alertaram.

Mas, em vez de tomar as providências, o governador preferiu criar notícias fantasiosas, como a compra de uma milhão de doses de vacina.

Optou por fazer dancinhas e criar a ridícula hashtag “vacinamedequeeutomo”.

Como as pessoas irão tomar, se não há vacina.

Os efeitos da falta de um plano de contingência chegaram.

Pode faltar oxigênio nas unidades de saúde.
O Amazonas caminha para ser aqui.

Que Deus nos proteja.

Porque tanto o governo federal quanto o estadual parece que sempre jogaram no time do vírus, embora em posições diferentes.

O pior é que a incompetência e ineficiência do governo encontra parceria na administração de Rio Branco.

Numa coisa eu concordo com o governador.
Veja:

Dinheiro tem, o que falta é gestão.

Vida que segue.

Gostou dessa TV Espinhosa? Compartilhe para que possamos chegar mais longe.

Forte abraço e até a próxima.

TV Espinhosa – Sem comando, Acre vive dias de pandemia, epidemia, enchentes e crise migratória.

TV Espinhosa – Sem comando, Acre vive dias de pandemia, epidemia, enchentes e crise migratória.

Olá!

Vamos conversar um pouco?

Antes de iniciar a conversa vou mostrar esse vídeo de uma debate na campanha para governador.

Viu ai?
Então vamos

Peço que, ao final, comente e compartilhe.

Os comentários e compartilhamentos ajudam muito.

Vamos à mais uma TV Espinhosa?

Diante de tudo o que acontece no Acre, seria inevitável começar o comentário sem apresentar como se comportou o então candidato a governador Gladson Cameli.

O seu despreparo para o cargo de era evidente.
Mas a população queria mudança.

Nem sempre mudar por mudar é o melhor a ser feito.

Nos momentos de maior dificuldade, é fundamental ter alguém que saiba conduzir a gestão.
Gladson Cameli não sabe e nem se esforça para aprender.

Neste instante, o Acre sofre com a pandemia da Covid-19, epidemia da dengue, enchentes em vários municípios e uma crise migratória na fronteira.

Não é pouca coisa.
O que vemos, porém, é um governador perdido, sem saber o que fazer.

Como não sabe como agir, resolveu decretar estado de emergência.
Essa decisão servirá para compras e contratações sem licitação, o que é um risco grande.

É triste ver que, com quase dois anos de atraso, o governador anunciou a instalação de um gabinete de crise.

Precisou morrer quase mil pessoas por causa da Covid, mas outros tantos de dengue, para o governador decidir instalar um gabinete de crise.

Isso é incrível.
É desrespeitoso.

Os sinais de que o aumento de casos de Covid iria acontecer eram visíveis.
Especialistas alertaram.

Mas, em vez de tomar as providências, o governador preferiu criar notícias fantasiosas, como a compra de uma milhão de doses de vacina.

Optou por fazer dancinhas e criar a ridícula hashtag “vacinamedequeeutomo”.

Como as pessoas irão tomar, se não há vacina.

Os efeitos da falta de um plano de contingência chegaram.

Pode faltar oxigênio nas unidades de saúde.
O Amazonas caminha para ser aqui.

Que Deus nos proteja.

Porque tanto o governo federal quanto o estadual parece que sempre jogaram no time do vírus, embora em posições diferentes.

O pior é que a incompetência e ineficiência do governo encontra parceria na administração de Rio Branco.

Numa coisa eu concordo com o governador.
Veja:

Dinheiro tem, o que falta é gestão.

Vida que segue.

Gostou dessa TV Espinhosa? Compartilhe para que possamos chegar mais longe.

Forte abraço e até a próxima.

Leonildo Rosas

Related Posts

TV Espinhosa – Com a saúde em colapso, é tempo de humildade e união para salvar vida; Gladson testa positivo para Covid

TV Espinhosa – Com a saúde em colapso, é tempo de humildade e união para salvar vida; Gladson testa positivo para Covid

TV Espinhosa – Bolsonaro metralha expectativas de aliados ao deixar merreca de vacina e recursos no Acre

TV Espinhosa – Bolsonaro metralha expectativas de aliados ao deixar merreca de vacina e recursos no Acre

TV Espinhosa – É mito acreditar que a visita de Bolsonaro resolverá os problemas de uma Acre que pode sofrer efeitos de uma tragédia

TV Espinhosa – É mito acreditar que a visita de Bolsonaro resolverá os problemas de uma Acre que pode sofrer efeitos de uma tragédia

TV Espinhosa – Apertem o cinto, o piloto Gladson disse que não há mais o que fazer

TV Espinhosa – Apertem o cinto, o piloto Gladson disse que não há mais o que fazer

No Comment

Deixe uma resposta

Encontre-nos

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h