Prefeito admite colapso e diz que Manaus só tem covas para ‘2 ou 3 meses’

Prefeito admite colapso e diz que Manaus só tem covas para ‘2 ou 3 meses’

Do UOL, em São Paulo

Recém-empossado no cargo, o prefeito David Almeida (Avante) admitiu hoje que Manaus vive um novo colapso no sistema de saúde, em meio a um aumento de casos e internações de pacientes com covid-19. Segundo ele, se os níveis de mortalidade continuarem como estão, a cidade só terá covas disponíveis para mais “dois ou três meses”.

“Manaus foi a primeira cidade do Brasil a entrar em colapso na saúde e foi também a primeira a sair. E voltamos novamente, nesta segunda onda, a entrar nesse colapso de atendimento de casos de covid-19”, disse Almeida em entrevista à CNN Brasil. “Nós ainda temos alguma reserva [de covas], possivelmente temos dois ou três meses de vagas de sepultamento”.

O prefeito ainda afirmou que pretende construir, de forma rápida, mais 6 mil covas no Cemitério Nossa Senhora Aparecida, o maior de Manaus. O local é o mesmo onde vítimas da covid-19 tiveram que ser enterradas em valas comuns por falta de espaço, no auge da primeira onda de infecções na cidade..

Veja mais aqui.

Leonildo Rosas

Related Posts

Religiosa bocacrense de 102 anos morre em Manaus vítima da Covid-19

Religiosa bocacrense de 102 anos morre em Manaus vítima da Covid-19

No Comment

Deixe uma resposta

Encontre-nos

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h