Nova classificação de risco para covid-19 vai mudar o calendário dos clubes

Nova classificação de risco para covid-19 vai mudar o calendário dos clubes

Por Manoel Façanha

Com a mudança de classificação de risco para o novo coronavírus em todas as regionais do Acre, após anuncio ocorrido na noite da segunda-feira (1º) pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19, a preparação dos clubes visando a disputa do Campeonato Acreano-2021 deve sofrer modificação. O decreto de nº 7.849, que estabeleceu a nova classificação de risco para a pandemia, foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (2).

A normativa da lei estabelece que os clubes de futebol só poderão retomar aos treinamentos profissionais na fase de alerta (cor laranja). Os campeonatos, sem presença do público, também foram proibidos e só podem ocorrer na fase de atenção (cor amarela). O decreto lei tem validade até o próximo dia 19 de fevereiro e uma nova reunião do comitê de classificação da pandemia está agendada para o próximo dia 22 deste mês.

A primeira atividade do calendário esportivo da Federação de Futebol do Acre (FFAC) será a disputa do Campeonato Acreano Sub-20. O torneio está programado para iniciar no dia 13 de fevereiro e conta com a presença de oito clubes na disputa, mas com a nova classificação de risco para a pandemia, a competição deve sofrer modificação de datas. Já o Campeonato Acreano da Primeira Divisão está programado para o dia 7 de março, mas também pode sofrer modificação de data, isso pelo fato das equipes terem suas atividades de preparação suspensas por força do decreto.

Outro fator preocupante com a mudanças de classificação da pandemia para os dirigentes de clubes está na incerteza de quando realmente os treinos serão liberados pelas autoridades de saúde, pois a pandemia cresceu nas últimas semanas, não somente no estado, mas praticamente em toda Região Norte.

Matéria originalmente publicada no site Na Marca da Cal.

Leonildo Rosas

Related Posts

Galvez completa uma década e é o clube que mais cresce no Acre

Galvez completa uma década e é o clube que mais cresce no Acre

Salve a piscina olímpica Armando Nogueira

Salve a piscina olímpica Armando Nogueira

Jogador/técnico de handebol morre aos 31 anos, vítima de covid-19

Jogador/técnico de handebol morre aos 31 anos, vítima de covid-19

No Comment

Deixe uma resposta

Encontre-nos

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h