Mulher é nomeada na Sesacre, nunca trabalhou e continua recebendo normalmente

Mulher é nomeada na Sesacre, nunca trabalhou e continua recebendo normalmente

Servidora continua nomeada e recebendo CEC-6, , mesmo secretário tendo pedido a sua exoneração à Casa Civil

Que o governo está cheio de funcionários fantasmas, não é segredo.

O próprio governador Gladson Cameli já abordou o tema.

Difícil, ao que parece, é encontrar essas visagens que levam o dinheiro púbico sem labutar.

Mas, de vez em quando os caças fantasmas agem e conseguem encontrar esses fantasminhas sapecas.

Documentos óbitos, com exclusividade por este Portal, revela um caso de cargo comissionado nomeado no governo do Estado. Essa visagem nunca apareceu no trabalho, mas continua recebendo normalmente seus salários.

A fantasminha, que deve contar com ajuda de gente camarada, atende pelo nome de Alessandra de Oliveira da Silva.

Ela foi nomeada pela caneta de Gladson Cameli em uma CEC-6, na Secretaria de Estado de Saúde, no dia 6 de julho deste ano.

Nada contra a nomeação.

O problema é que ela nunca compareceu ao local de trabalho, conforme documentos à disposição do Portal.

Passado mais de um mês da nomeação, em agosto, o secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene, publicou uma portaria, com efeitos desde a data de sua nomeação, disponibilizando a servidora “sumida” para cumprir expediente na Secretaria Adjunta de Licitações (SEICT).

Ocorre que dois meses depois, o então secretário adjunto de Licitação, Jader Maia Sobrinho, oficiou a Bestene que que fantasminha nunca aparecera.

No último dia 22 de outubro, o gestor da saúde encaminhou documento ao secretário da Casa Civil, Ribamar Trindade, pedindo a exoneração da mesma, sob a alegação de que Alessandra não se apresentou ao órgão ao qual foi cedida e nem ao Departamento de Gestão de Pessoas da Sesacre.

Mesmo com a declaração dos próprios secretários de que Alessandra de Oliveira da Silva nunca apareceu no trabalho, a comissionada continua recebendo salários normalmente.

A pergunta é: quem indicou ou quem apadrinha a servidora?

Outra indagação: Por que o Ministério Público, que tanto cobrava da administração anterior, está cobrando tão pouco do atual governo?

Leonildo Rosas

Related Posts

Acre elege Marcio Bittar para tirar dinheiro da Saúde e da Educação de mais de 200 milhões de brasileiros

Acre elege Marcio Bittar para tirar dinheiro da Saúde e da Educação de mais de 200 milhões de brasileiros

VÍDEO: Gladson vai a Sena Madureira, faz politicagem e nem atende telefonema do prefeito Mazinho

VÍDEO: Gladson vai a Sena Madureira, faz politicagem e nem atende telefonema do prefeito Mazinho

Em vez de trabalhar, Bocalom viaja novamente e emite nota de solidariedade ao povo de Rio Branco

Em vez de trabalhar, Bocalom viaja novamente e emite nota de solidariedade ao povo de Rio Branco

Gladson Cameli exonera esposo da vereadora Lene Petecão sem comunicação prévia

Gladson Cameli exonera esposo da vereadora Lene Petecão sem comunicação prévia

No Comment

Deixe uma resposta

Colunistas

Encontre-nos

Endereço
Av. Paulista, 123456
São Paulo, SP, CEP: 01311-300

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h