VÍDEO: Juiz eleitoral demonstra preocupação com o que o Portal do Rosas alerta há muito tempo: influência do crime organizado nas eleições

VÍDEO: Juiz eleitoral demonstra preocupação com o que o Portal do Rosas alerta há muito tempo: influência do crime organizado nas eleições

Começou o jogo eleitoral de verdade.

O prazo para a campanha iniciou no último domingo.

Veremos promessas de todos as estirpes, partindo de candidatos a prefeitos e a vereadores.

É um tempo bonito de plena democracia.

Mas de extrema falsidade tanto dos candidatos quanto dos eleitores.

Até agora, vejo os candidatos abordando vários temas inerentes às cidades.

Mas há um que surge como tabu.

Ninguém toca.

Falo sobre a influência que as organizações criminosas terão nos resultados eleitorais.

Há muito tempo venho falando sobre esse tema, mas o silêncio parece ter sido a melhor resposta dos políticos e gestores da pasta de Segurança Pública.

Felizmente, o juiz eleitoral Giordane Dourado trouxe o assunto às luzes do debates.

Disse que medidas efetivas serão adotadas para impedir que as organizações criminosas influenciem no resultado das eleições.

É uma preocupação importante.

Mas, com toda vênia, dificilmente a Justiça Eleitoral terá pernas, braços e armas para controlar o que parece sem controle.

Sem querer desrespeitar o douto, não tenho dúvida de que essas organizações serão decisivas.

Como foram nas eleições de 2018.

O próprio juiz confirmou isso, em entrevista à rádio CBN.

O que é lastimável.

É de domínio público que as organizações criminosamente ditam as regras nos bairros, principalmente em Rio Branco.

Há muito tempo o Estado perdeu o monopólio da força.

A população perdeu a credibilidade e a confiança na policia.

Os roubos e assaltos não são comunicados nas delegacias.

As vitimas procuram os lideres da área e pedem que a pendenga seja solucionada.

E quase sempre há solução.

Se eu tinha certeza dessa influência, essa certeza se fortalece a cada dia.

Semana passada, houve foguetório em duas ocasiões em diversos bairros de Rio Branco.

No primeiro dia, foi para comemorar a morte de uma liderança de facção rival.

Na segunda, foi para homenagear uma liderança nacional.

O governo do Acre está encolhido.

Parece satisfeito com a falsa tranquilidade.

Há muito tempo não se ver operações para desbaratar organizações criminosas.

Não se sabe o motivo.

Ou se sabe…

Conversei com algumas pessoas de bairros distintos de Rio Branco.

Uma disse:

– Olha, depois que a facção tal, não falarei o nome para não fazer propaganda, dominou a área, tudo ficou mais tranquilo. Não tem mais assalto”.

Outra pessoa ratificou:

“Agora estamos na paz”.

Ora, esse é o sentimento.

Essas pessoas dificilmente deixarão de votar em quem os líderes das organizações criminosas pedirem ou determinarem.

Os comerciantes conhecem a expressão cifra negra, que lhe garantem a devida proteção.

Nas eleições de 2018, as lideranças pediram sacolões.

Com o aumento da miséria, os pedidos deverão aumentar.

A Justiça Eleitoral tem que acompanhar os movimentos dos candidatos.

O risco de o crime contribuir para comprometer a democracia é grande.

Os candidatos que contarem com a benção criminosa têm mais chances de obter a vitória.

Foi-se o tempo que em que as igrejas tinham mais influência do que as organizações.

Infelizmente, essa é a realidade.

O bom juiz Giordane Dourado está eivado de boas intenções.

Mas é fato que há um movimento de grupos criminosos para manipular o processos eleitoral.

Candidatos serão impedidos de fazer campanha em determinadas localidades.

Dificilmente alguém terá coragem de enfrentar o poderio do crime e denunciar.

É mais provável que procurem negociar com os donos do pedaço.

E quem fizer a melhor proposta terá dado o tiro certo.

Leonildo Rosas

Related Posts

Chapa eleita à prefeitura de Epitaciolândia pode não ser diplomada por ilegalidade

Chapa eleita à prefeitura de Epitaciolândia pode não ser diplomada por ilegalidade

Apoiada pelas máquinas do governo e do município, Socorro Neri perde por quase 30 mil votos para brancos, nulos e abstenções

Apoiada pelas máquinas do governo e do município, Socorro Neri perde por quase 30 mil votos para brancos, nulos e abstenções

Covardia: Gladson viaja para Brasília e deixa prefeita para ir na balsa sozinha

Covardia: Gladson viaja para Brasília e deixa prefeita para ir na balsa sozinha

Como bobo da corte e querendo agradar Bocalom, Bittar grava vídeo curto com Bolsonaro

Como bobo da corte e querendo agradar Bocalom, Bittar grava vídeo curto com Bolsonaro

No Comment

Deixe uma resposta

Colunistas

Encontre-nos

Endereço
Av. Paulista, 123456
São Paulo, SP, CEP: 01311-300

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h