Em início de gestão, Bocalom desaparece em tempos de enchente e atrasa salário de trabalhadores

Em início de gestão, Bocalom desaparece em tempos de enchente e atrasa salário de trabalhadores

Por Fábio Pontes

Geralmente todo começo de uma nova gestão (prefeitura ou governo) vive uma lua-de-mel com os cidadãos. Quando se sai bem votado nas urnas, então, esse “só love” é ainda maior. Foi o caso do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, do PP de Gladson Cameli.


Contudo, em menos de 100 dias já tem apanhado muito e sido motivo de muita queixa da população.


Desapareceu na enchentes dos igarapés e continua sumido com a do rio Acre.

Trabalhadores que dão o seu melhor na limpeza e manutenção da cidade estão com os salários de dezembro atrasado, e cruzaram os braços.


As ruas estão cheias de buracos, a lama da enchente ainda está no asfalto e o matagal invade os canteiros.


Enquanto isso, Bocalom está por Brasília, diz ele, em busca de recursos e tirando foto com seu padrinho político, o senador Sérgio Petecão (PSD).

Na falta de um prefeito eficiente, tem cabido a Gladson Cameli fazer as vezes de prefeito da capital abandonada.

Leonildo Rosas

Related Posts

Leo de Brito ingressa com ação no STF contra censura a professores feita pelo governo Bolsonaro

Leo de Brito ingressa com ação no STF contra censura a professores feita pelo governo Bolsonaro

Perpétua: Gabinete Solidário entrega kits de limpeza para famílias atingidas pela alagação

Perpétua: Gabinete Solidário entrega kits de limpeza para famílias atingidas pela alagação

Câmara aprova por unanimidade requerimento de Fábio Araújo para debater transporte coletivo em audiência pública

Câmara aprova por unanimidade requerimento de Fábio Araújo para debater transporte coletivo em audiência pública

Leo de Brito acompanha situação de imigrantes em Assis Brasil e busca solução diplomática para a crise humanitária

Leo de Brito acompanha situação de imigrantes em Assis Brasil e busca solução diplomática para a crise humanitária

No Comment

Deixe uma resposta

Encontre-nos

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h