Acre chega a 50 mortes  pelo novo coronavírus

Acre chega a 50 mortes pelo novo coronavírus

O Acre chegou a 50 mortes pelo novo coronavírus com os seis óbitos registrados hoje.

As informações foram publicadas pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), em boletim diário.

A primeira vítima da doença foi o paciente J. W. R., de 35 anos. Ele apresentava comorbidade e foi internado no dia 3 de maio, e morreu nesta segunda-feira, 11, na UTI do Pronto-Socorro de Rio Branco.

V. A. C., é a segunda vítima, um homem de 48 anos, que também morreu nesta segunda, 11, no PS. O paciente havia sido internado no dia 5 de maio e apresentava comorbidade.

Aos 53 anos de idade e sem comorbidade informada, a terceira vítima foi o paciente J. A. M., que morreu nesta segunda-feira, 11, na UTI do Pronto-Socorro, quatro dias após sua internação.

F. E. G. C., é a quarta morte por coronavírus confirmada pela Secretaria de Saúde. Aos 54 anos, o paciente morreu nesta segunda-feira, 11, na UTI do Pronto-Socorro de Rio Branco. Ele havia dado entrada na UTI no último dia 3. O paciente apresentava comorbidades.

As duas últimas mortes, registradas no boletim parcial, ocorreram na manhã desta terça-feira, 12, sendo as vítimas os idosos R. M. O., de 78 anos, e J. B. S. C., de 87 anos. Ambos tinham comorbidade, doenças pré-existentes que fazem agravar o estado de saúde e faleceram na UTI do Pronto-Socorro de Rio Branco.R.M.O., foi internado no último dia 3. Já o idoso de 87 anos estava na UTI desde o dia 1º de maio.

Mais informações no boletim completo, a partir das 16 horas.

Leonildo Rosas

Related Posts

Acre pode sofrer com falta de cilindros de oxigênio; rede particular anuncia que não tem vaga

Acre pode sofrer com falta de cilindros de oxigênio; rede particular anuncia que não tem vaga

Tião Viana recomenda que cuidados para controlar a Covid sejam revistos: “Chegamos ao imponderável”, disse

Tião Viana recomenda que cuidados para controlar a Covid sejam revistos: “Chegamos ao imponderável”, disse

Enchentes podem agravar quadro de pandemia na fronteira, alertam cientistas

Enchentes podem agravar quadro de pandemia na fronteira, alertam cientistas

Em pânico, Europa se prepara para segunda onda de Covid-19

Em pânico, Europa se prepara para segunda onda de Covid-19

No Comment

Deixe uma resposta

Encontre-nos

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h