AC só tem dinheiro para mais 3 meses de tratamento da covid, diz governador

AC só tem dinheiro para mais 3 meses de tratamento da covid, diz governador

Carlos Madeiro

Colaboração para o UOL, em Maceió

O governador do Acre, Gladson Cameli (PP), afirmou ontem ao UOL que o estado só tem dinheiro para manter o sistema de saúde funcionando para tratar pacientes da covid-19 por no máximo mais três meses e pede ajuda ao governo federal.

Em meio a uma crise humanitária causada pelas enchentes na última semana e os problemas gerados pelos imigrantes haitianos barrados na fronteira com o Peru, o estado encara também seu pior momento da pandemia, com hospitais lotados e internações ainda em alta.

Só tenho recursos para, no máximo, três meses para manter a estrutura, e olhe lá. Eu tenho um saldo na conta hoje de R$ 42.597.948,63 no caixa do covid-19. Por mês, são de R$ 12 a 15 milhões com os gastos.” Gladson Cameli, governador do Acre.

O governador explica que o valor se refere ainda a um resto dos recursos enviados pelo governo federal no ano passado, mas que não previam uma segunda onda nessa magnitude.

“Em 2020, recebemos R$ 173 milhões. Hoje, dia 21 de fevereiro, temos esse valor que citei, e estamos aguardando mais sinalizações do governo federal para que eu possa melhorar o gasto, mas precisamos para manter a máquina funcionando”, afirma.

Outro ponto importante citado por ele é a queda no financiamento federal de leitos de terapia intensiva. “Estamos pedindo o apoio do governo federal para ajudar a questão das UTIs (unidades de terapia intensiva), como estava prevista. Já tivemos várias reuniões com o ministro e tem uma sinalização”, afirma.

Ontem, segundo dados do Secretaria da Saude do Acre, havia 89 pessoas internadas em leitos de UTI no estado, ou 86% de ocupação total. O estado registra, até o momento, registra 151.367 casos e 963 mortes.

Veja a matéria completa aqui.

Leonildo Rosas

No Comment

Deixe uma resposta

Colunistas

Encontre-nos

Endereço
Av. Paulista, 123456
São Paulo, SP, CEP: 01311-300

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h